HOME MISSÃO E VISÃO DIRETORIA FALE COM A GENTE PARCERIAS LINKS 
sexta-feira, Jundiaí 20 de outubro 2017 Busca no site   
ÁREA RESTRITA
LOGIN/SENHA
 
BENEFÍCIOS
 
DÚVIDAS TRABALHISTAS
 
HOMOLOGAÇÃO
 
CONVENÇÕES COLETIVAS
 
JORNAL DO COMERCIÁRIO

 
Encontro Sindical para inclusão das pessoas com deficiência

Após dedicado trabalho, o Espaço da Cidadania e outros organizados reuniram cerca de 150 pessoas no Encontro Sindical para inclusão das pessoas com deficiência na agenda do trabalho decente, na manhã de ontem (29/08), na sede do Dieese, em São Paulo. O principal motivo do encontro foi apresentar as conclusões da pesquisa Ação Sindical sobre o trabalho decente das pessoas com deficiência: Um panorama mundial.

A diretora do Sincomerciários de Jundiaí e Região Gislaine Vieira Rocha, na ocasião representando o presidente, Milton de Araújo, pôde acompanhar as explanações feitas por pesquisadores e autoridades engajadas no assunto, como a professora Eunice Aires, do departamento de Educação e Responsabilidade Social da Fecomerciários.

 
Dirigentes sindicais comerciários do estado de São Paulo

A pesquisa coleta e resume a ação sindical sobre as pessoas com deficiência em mais de 50 países, considerando as economias desenvolvidas, emergentes e em desenvolvimento. A partir dos dados relatados oferece aos sindicatos a oportunidade de avaliar o trabalho já realizado e, principalmente, oferece novas visões de ações que devem ser adotadas com o intuito de alcançar a justiça social. 

Nilton Freitas, representante regional da Federação Internacional de Trabalhadores da Construção e da Madeira (ICM) para América Latina e Caribe, além de se apresentar na reunião, também foi o responsável pela tradução da pesquisa para o português. No encontro, Nilton explicou que a pesquisa foi conduzida prioritariamente com três perguntas: O que estão fazendo os sindicatos a respeito do tema da deficiência no mundo? Que relação tem isto com a consecução do trabalho decente? Qual é a etapa seguinte para a OIT e os seus parceiros?

Freitas também pontuou que o trabalho decente é um conceito amplo que envolve os direitos, não só trabalhistas como também humanos e de cidadania e que para que os sindicatos contribuem com a efetiva inclusão é necessário “ir além” e “incluir as pessoas com deficiência nos coletivos das fábricas, no sindicato e na própria elaboração e implementação de políticas”.

 
Nilton Freitas explana sobre a pesquisa

Outro importante discurso de Carlos Aparício Clemente, coordenador do Espaço Cidadania e idealizador do programa Diálogos sobre a Empregabilidade da Pessoa com Deficiência, ressaltou o quanto as entidades sindicais podem contribuir para o progresso do tema. Clemente afirmou “temos que buscar mais do que apenas cumprir a legislação, precisamos buscar o empoderamento do conhecimento e das informações”.

Clemente durante sua fala no encontro 

Já Antônio Carlos Barqueiros, da Associação Brasileira de Assistência ao Deficiente Visual (Laramara), explanou sobre as dificuldades de contratação de pessoas com deficiência. Ele, como deficiente visual, disse que a reabilitação é fundamental para que, unida a qualificação da empresa contratante, possa promover uma inclusão eficaz. Barqueiro lembrou: “a inclusão está em todo lugar, no mercado de trabalho, mas também em casa, no transporte público, em shoppings e até no mundo digital”.

Barqueiros também orientou os participantes em como devem agir em entrevistas de emprego com pessoas com deficiência 

Ao final de diversas palestras e falas, os participantes do evento se reuniram em grupos para discutir e propor ações aos sindicatos, para que assim possam trabalhar em conjunto e fazer diferença na inclusão de pessoas com deficiência, sobretudo no mercado de trabalho, assegurando-lhes direitos e benefícios.

 

A professora Eunice Aires, que também participou da organização do evento, disse “para nós, do movimento sindical, esse é um momento muito importante. Com as discussões e a pesquisa hoje apresentada, temos um olhar direcionado apara verdadeira inclusão e com a consciência de quais são os pontos que devemos mudar, no que devemos investir para progredirmos”.

O presidente Milton de Araújo, também engajado com a causa, afirmou que o Sincomerciários de Jundiaí e Região já age em prol das pessoas com deficiência, mas que com os novos estudos está ainda mais apto para trabalhar pela inclusão de qualidade. “Vamos continuar mobilizando trabalhadores, difundindo as informações que aprendemos a cada encontro, de maneira a garantir direitos e promover o trabalho decente para todos”.

Já a diretora Gislaine, participante deste e outros eventos, revelou que está ainda mais consciente das atitudes que precisam ser desenvolvidas no sindicato. “Hoje, recebemos ótimas sugestões de como evoluir em nosso trabalho, certamente, todo o movimento sindical se unirá para alcançar um objetivo em comum: oferecer inclusão real às pessoas com deficiência.”

Diretora Gislaine Vieira Rocha; professora Eunice Aires; e Gilda Soares, do departamento de Gestão de Pessoas da Fecomerciários

 

HOME
 
MISSÃO E VISÃO
 
DIRETORIA
 
FALE COM A GENTE
 
PARCERIAS
 
LINKS
Sindicato dos Empregados no Comércio de Jundiaí e Região - Rua Prudente de Moraes nº 377 - Centro - Jundiaí - Tel.: (11) 4588-2322