HOME MISSÃO E VISÃO DIRETORIA FALE COM A GENTE PARCERIAS LINKS 
sábado, Jundiaí 16 de dezembro 2017 Busca no site   
ÁREA RESTRITA
LOGIN/SENHA
 
BENEFÍCIOS
 
DÚVIDAS TRABALHISTAS
 
HOMOLOGAÇÃO
 
CONVENÇÕES COLETIVAS
 
JORNAL DO COMERCIÁRIO

 
Diálogos sobre a Empregabilidade da Pessoa com Deficiência

O 4º encontro do programa anual Diálogos sobre a Empregabilidade da Pessoa com Deficiência aconteceu na última sexta-feira (30) no Senac Jundiaí. Representando a Fecomerciários e o Sincomerciários de Jundiaí e Região, a diretora Gislaine Vieira participou das atividades desenvolvidas.

Cerca de 60 pessoas, dentre entidades sindicais, associações de pessoas com deficiência, empresas, organizações não governamentais, bem como pessoas engajadas na causa, prestigiaram a iniciativa, cujo objetivo é aprimorar conhecimentos e boas práticas sobre a inclusão com qualidade da pessoa com deficiência no mercado de trabalho formal.

 

Importantes discursos foram feitos durante o encontro, como os de: Carlos Aparício Clemente, coordenador do Espaço Cidadania, o qual promove os encontros, e idealizador do programa Diálogos; e do assessor de políticas para pessoas com deficiência de Jundiaí, Marco Antonio dos Santos. Ambos percebem uma evolução em relação ao tema, mas concordam que ainda há muito preconceito e valores que precisam ser alterados para que as pessoas com deficiência ingressem com qualidade ao mercado de trabalho.

 

Em parceria com alunos do Senac, os participantes se envolveram em diversas dinâmicas, como a utilização de vendas e talas para simulação das dificuldades enfrentadas pelas pessoas com deficiência no cotidiano. Em uma sala, diversos objetos foram apresentados para que cada um pudesse testar os sentidos, tato, olfato e paladar, de olhos vendados.

 

Em seguida, uma pequena peça de teatro ilustrou as barreiras impostas às pessoas com deficiência para procurar emprego, desde o preconceito dos anúncios, até a maneira que os entrevistadores lidam com a necessidade de preencher a lei de cotas. Enfim, formaram-se mesas de discussões para reflexão do assunto e troca de experiências.

A diretora Gislaine afirmou que iniciativas como essa precisam ser frequentes em nossa sociedade, pois, só assim será possível mudar ideologias e colocar em prática conhecimentos para a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. “O que sempre se fala em relação ao tema, é que precisamos incluí-las com qualidade, não simplesmente para cumprir a lei de cotas. Tudo o que venho aprendendo, replicarei aos interessados para que, enquanto sindicato, possamos fazer diferença na vida dessas pessoas”.

Lei 8.213/91 – Lei de Cotas

Determina no Art. 93 que empresas com 100 (cem) ou mais funcionários reservem de 2 a 5% de seus cargos para beneficiários reabilitados ou pessoas com deficiências.

 

HOME
 
MISSÃO E VISÃO
 
DIRETORIA
 
FALE COM A GENTE
 
PARCERIAS
 
LINKS
Sindicato dos Empregados no Comércio de Jundiaí e Região - Rua Prudente de Moraes nº 377 - Centro - Jundiaí - Tel.: (11) 4588-2322